Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Meu Clube

O Meu Clube

27
Abr24

Sobre Pinto da Costa e a Vitoria de André Villas-Boas

Estou a escrever este post num momento em que as Televisões estão a anunciar a Vitoria de André Villas-Boas.

Parece-me que Pinto da Costa teve oportunidade de retirar-se e fazer uma saída pela porta grande. Afinal é o Dirigente mundial com mais titulos e carreira mais longa. Agora com a derrota nas eleições pelos seus “adeptos do norte”, os seus sócios, parece-me que sai pela porta pequena sem grande honra porque dá ideia de alguém agarrado ao poder, afinal um homem com 86 anos devia ter mais juízo que candidatar-se a um cargo de 4 anos num lugar como a presidência do FC Porto.

A Herança de Pinto da Costa é um clube com muitos títulos Nacionais e Internacionais mas o Clube parece que está mal financeiramente.

Como Benfiquista fico contente que esta personagem tenha saído de cena porque me parece que em nada contribuía para um clima saudável entre clubes de futebol parecendo-me que tinha um discurso e postura antiquada e doente no Futebol Português. Ainda bem que perdeu.

Espero que Vilas Boas tenha uma atitude diferente. Diria que têm um trabalho bastante árduo porque nos últimos meses e dias têm vindo a lume na comunicação social que a situação económica do FC Porto não é nada saudável. Depois julgo que Pinto da Costa também minou nos últimos momentos da sua presidência, a sucessão, com contratos de milhões em cima do joelho como é o caso da Academia, da venda do nome do Estádio (não tenho a certeza se foi vendido ou não, afinal não sou adepto do Porto) e outras coisas como a que ouvi recentemente nos últimos dias que tinha renovado o contrato com Sérgio Conceição por 4 anos (não me parece que este seja o treinador do Villas-Boas. Será que André vai ter que pagar alguma indemnização choruda para o substituir. Logo no começo do seu mandato?).

É muito cedo para estas questões, mas espero que Vilas Boas tenha sucesso, não desportivo porque sou Benfiquista, mas pelo menos económico e que não contribua mais para dividir o futebol português.

Boa Sorte André Villas-Boas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub